Fla vence decisão com Inter e toma liderança na penúltima rodada

Fla vence decisão com Inter e toma liderança na penúltima rodada

Edenílson abriu placar no Maracanã, mas Arrascaeta e Gabigol garantiram vitória do Rubro-Negro por 2 a 1 neste domingo (21)

Atual campeão, o Flamengo demonstrou neste domingo (21) que vai brigar até o fim pelo bicampeonato do Brasileirão 2020. O Rubro-Negro venceu o Internacional por 2 a 1, no Maracanã, pela 37ª e penúltima rodada. Edenílson bem que abriu o placar para o Colorado, mas Arrascaeta e Gabigol garantiram a vitória.

Com diferença de apenas um ponto, só a vitória do líder sobre o vice-líder acabaria o campeonato antecipadamente. A equipe do técnico Rogério Ceni não só evitou o título do time de Abel Braga, como assumiu pela primeira vez a liderança da competição nacional (71 a 69 pontos).

A derradeira rodada do campeoanto que começou em 2020 e terminará só quase um ano depois — por conta, claro, do adiamento das partidas em razão da pandemia do coronavírus —acontecerá toda na quinta-feira. O Internacional enfrentará o Corinthians, no Beira-Rio; enquanto o Flamengo pegará o São Paulo, no Morumbi. Na frente na tabela, o Fla depende apenas de si mesmo para ficar com o troféu.

Logo aos 11 minutos, Edenílson cobrou pênalti de Gustavo Henrique (substituto de Willian Arão, com uma lesão no pé) em Yuri Alberto. O volante não desperdiçou e chutou firme para abrir o placar para o Internacional. Mas, 17 minutos depois, foi a vez do Flamengo empatar com um toque de classe de Arrascaeta, após boa jogada de Bruno Henrique.

Expulsão milionária

Expulsão de Rodinei complicou as coisas para o Colorado no Maracanã

Expulsão de Rodinei complicou as coisas para o Colorado no Maracanã

ALEXANDRE LOUREIRO/REUTERS – 21/2/2021

Um influente empresário gastou um milhão de reais para ajudar o time gaúcho a pagar a multa para que Rodinei, emprestado ao Inter pelo Flamengo, jogasse a partida decisiva. Acontece que o lateral-direito não foi bem no gol de empate e ainda acertou uma entrada dura em Filipe Luís, aos 3 minutos da etapa complementar. Bem verdade que o jogador havia acertado o travessão no final do primeiro tempo.

Menos de 15 minutos depois do cartão vermelho aplicado pelo árbitro Raphael Claus, em jogada pelo lado direito, Bruno Henrique dá passe milimétrico para Gabigol finalizar na saída de Marcelo Lomba e virar o placar. Aos 34 e aos 46 minutos, Pedro chegou a marcar, mas a arbitragem assinalou impedimento e evitou festa ainda maior no Maracanã. 

OPINIÃO DE AUGUSTO NUNES

O Flamengo pode ser bicampeão brasileiro e o Fluminense está garantido na Libertadores. Dos quatro grandes clubes do Rio, dois vão muito bem. Em contrapartida, o Botafogo será o último colocado e o Vasco acaba de garantir o rebaixamento. Isso prova que não existe futebol carioca, paulista, mineiro ou ou gaúcho. Existem os clubes que se mantêm grandes porque são bem administrados e os apequenados por gestões desastrosas. Nestes, os cartolas que vivem demitindo o técnico deveriam ser aposentados pela torcida.

FLAMENGO 2X1 INTERNACIONAL

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 21 de fevereiro de 2021, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Neuza Ines Back (Fifa-SP)
Árbitro de Vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Gols: Edenílson (0-1, 11’/1ºT), Arrascaeta (1-1, 28’/1ºT) e Gabriel Barbosa (2-1, 17’/2ºT).

Cartão amarelo: Diego, João Gomes e Pedro (FLA)
Cartão vermelho: Rodinei (INT)

FLAMENGO (Técnico: Rogério Ceni)

Hugo Souza; Isla (Pedro, 8’/2ºT), Rodrigo Caio (Natan, 12’/2ºT), Gustavo Henrique e Filipe Luís; Diego (João Gomes, 12’/2ºT), Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabriel Barbosa (João Lucas, 20’/2ºT)

INTERNACIONAL (Técnico: Abel Braga)

Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Zé Gabriel e Moisés; Rodrigo Dourado (Johnny, 36’/2ºT), Edenílson, Patrick (Maurício, 36’/2ºT), Praxedes (Heitor, 8’/2ºT) e Caio Vidal (Thiago Galhardo, 22’/2ºT; Yuri Alberto (Peglow, 36’/2ºT)

FONTE: R7.COM

Deixe uma resposta