Messi não se reapresenta; LaLiga dá razão ao Barça na briga com o craque
Messi

Messi não se reapresenta; LaLiga dá razão ao Barça na briga com o craque

Argentino não foi ao centro de treinamento realizar o teste para covid-19 após as férias

Figura mais aguardada na reapresentação do Barcelona neste domingo, 30, Lionel Messi não compareceu ao centro de treinamento do clube para realizar o PCR, teste para covid-19, após as curtas férias que o elenco teve ao final da desastrosa temporada. Até mesmo o uruguaio Luiz Suárez, que já foi avisado que não faz parte dos planos do técnico Ronald Koeman, esteve no local. Com sua ausência, Messi – que já informou ao Barça o seu desejo de deixar a agremiação – acrescenta mais um ingrediente à crise entre ele e o clube.

De acordo com a imprensa espanhola, Messi já havia informado o presidente Josep Maria Bartomeu que não retornaria ao clube para o teste ou treinamentos, que começam nesta segunda-feira, 31. Ainda de acordo com a mídia da Espanha, os advogados do argentino disseram que ele não precisa participar dos treinos, uma vez que já avisou que deseja deixar o clube, usando a cláusula que permitiria sua saída de graça desde que solicitada até o dia 10 de junho, o que seria o final da temporada. A data é questionada pela equipe do argentino, que avisou o Barça no início da semana passada. Eles argumentam que a temporada se estendeu devido à paralisação causada pela pandemia do novo coronavírus.

Messi e seus advogados receberam um duro golpe neste domingo. A LaLiga, entidade que rege a primeira divisão do Campeonato Espanhol, divulgou um comunicado no qual dá razão ao Barcelona na questão da cláusula da multa de rescisão de contrato do argentino, que é no valor de 700 milhões de euros (mais de R$ 4 bilhões). O Barça já disse que não libera o jogador sem o pagamento.

No comunicado, a LaLiga afirmou que o clube tem razão e que só dará baixa no vínculo de Messi com o Campeonato Espanhol se o valor for acertado. A queda de braço entre o Barcelona e seu maior ídolo deve movimentar os bastidores do futebol mundial nas próximas semanas até a definição de seu destino, que muitos apostam ser o Manchester City, de Pep Guardiola, com quem Messi conquistou vários de seus principais títulos com o Barça.

FONTE: BAND.

Deixe uma resposta