You are currently viewing São Paulo é goleado, mas mantém 7 pontos de vantagem no Brasileirão

São Paulo é goleado, mas mantém 7 pontos de vantagem no Brasileirão

Red Bull Bragantino foi cirúrgico e atropelou líder da competição, na 28ª rodada: 4 a 2. Tchê Tchê foi expulso no segundo tempo

A primeira partida do São Paulo em 2021 não foi exatamente de quem planeja ser campeão do Brasileirão 2020. O time do técnico Fernando Diniz foi atropelado pelo Red Bull Bragantino na noite desta quarta-feira (6), pela 28ª rodada: 4 a 2. Com a derrota no Nabi Abi Chedid, a equipe viu a diferença diminuir na liderança da competição.

O São Paulo, que vinha de duas vitórias no Brasileirão, ficou nos 56 pontos – o prejuízo poderia ter sido maior, mas o Fluminense venceu o vice-líder Flamengo, ainda com 49 pontos; o terceiro colocado Atlético-MG completará essa rodada só em 27 deste mês. Do outro lado, na metade inferior da tabela, o Bragantino, que vinha de duas derrotas, alcançou os 34 pontos.

SÉRIE A: Gols de RB Bragantino 4 x 2 São Paulo

A partida marcou uma escrita na temporada. Ainda no ano passado, o Bragantino venceu no Paulistão (3 a 2) e empatou no primeiro turno do nacional (1 a 1). Diante desse retrospecto, a equipe de Bragança Paulista entrou infinitamente mais ligada na partida.

O time do interior se mostrou cirúrgico nos primeiros 45 minutos, com quatro gols marcados. Apesar do Tricolor ter contado com mais posse de bola, a equipe do técnico Maurício Barbieri levou mais perigo e marcou quando teve as suas melhores chances, em muito com uma ajuda da defesa nas saídas erradas de bola de Daniel Alves e de Diego Costa. Tiago Volpi, sobretudo no segundo tempo, ainda precisou trabalhar bastante para evitar um desastre ainda maior.

Claudinho (aos 3 minutos), Ytalo (5), Raul (13) e Fabrício Bruno (17) marcaram para o Bragantino e deixaram o São Paulo atordoado, ao ponto de Diniz discutir rispidamente com seus jogadores. Tchê Tchê (aos 15 minutos) ainda deu algum ânimo para a equipe — Brenner (37) chegou a marcar, mas a arbitragem assinalou impedimento na origem da jogada.

Se o São Paulo ainda tinha alguma esperança na etapa final, ela caiu por terra aos depois que Tchê Tchê acertou Cuello fora do lance de bola, aos 20 minutos. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira foi chamado para examinar a imagem no VAR e decidiu pela expulsão do são-paulino.

Depois do cartão vermelho, os donos da casa ainda acertaram a trave, mas trataram de administrar o resultado. Diniz promoveu, sem efeito, todas as mudanças que poderia. A consolação foi o gol de Gonzalo Carneiro, já aos 50 minutos, depois de uma confusão no VAR. O uruguaio está de volta ao futebol depois de longa suspensão por doping.

Já pela 29ª rodada, o São Paulo terá pela frente o clássico contra o Santos, no Morumbi, no domingo. No dia seguinte, o Bragantino enfrentará o Atlético-MG, também no Nabi Abi Chedid.

RED BULL BRAGANTINO 4 X 2 SÃO PAULO
Local
: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data/Horário: 6 de janeiro de 2021 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro (SP)
VAR: Marcio Henrique de Gois (SP)
Gols: 1-0 Claudinho (03’1ºT), 2-0 Raul (13’1ºT), 2-1 Tchê Tchê (15’1ºT), 3-1 Fabrício Bruno (17’1ºT), 4-1 Artur (44’1ºT), 4-2 Carneiro (50’2ºT)
Cartões amarelos: Aderlan, Artur (Red Bull Bragantino), Bruno Alves, Brenner (São Paulo)
Cartões vermelhos: Tchê Tchê

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno (Léo Realpe, aos 41’2ºT), Ligger e Edimar; Raul, Ricardo Ryller (Ramires, aos 35’2ºT) e Claudinho; Cuello (Weverton, aos 35’2ºT), Artur (Bruno Tubarão, aos 25’2ºT) e Ytalo (Hurtado, aos 25’2ºT). Técnico: Maurício Barbieri.

SÃO PAULO: Volpi, Igor Vinícius (Paulinho Bóia, Intervalo), Bruno Alves, Diego Costa (Léo, Intervalo) e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes (Tréllez, aos 29’2ºT); Brenner (Carneiro, aos 36’2ºT) e Vitor Bueno (Rodrigo Nestor, aos 15’2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

FONTE: R7.COM

Deixe uma resposta