You are currently viewing Windows 11 não recomenda uso de certas CPUs AMD e Intel, entenda

Windows 11 não recomenda uso de certas CPUs AMD e Intel, entenda

A Microsoft apresentou oficialmente o Windows 11, que chega no final do ano, e acabou gerando confusão com os requisitos mínimos do sistema. Um dos motivos para isso é a lista de processadores recomendados para o SO, que deixa de fora diversos modelos de CPUs populares atualmente.

A empresa divulgou listas com os processadores Intel e AMD que são oficialmente “suportados” pelo Windows 11. No lado da Intel, a companhia recomenda o uso de chips Coffee Lake (oitava geração), Xeon Skylake-SP ou mais recentes. Já para o lado da AMD, a relação inclui as CPUs AMD Ryzen 2000, a segunda geração EPYC e componentes mais novos da marca.

Ryzen 1600 AFRyzen 1600 AF, que fez bastante sucesso em 2020, não aparece na lista, mas talvez você não deva se preocupar.Fonte: Techspot/Steven Walton

A relação de processadores deixa de fora a primeira geração de chips Ryzen, incluindo relançamentos como o Ryzen 5 1600, e modelos populares da Intel que chegaram ao mercado há mais de seis anos. Até mesmo processadores de dispositivos da própria Microsoft, como o Surface Studio 2 e o Surface Go, não aparecem na lista de suporte oficial do Windows 11.

Processadores suportados pelo Windows 11 – Intel

lista completa de processadores Intel suportados pelo Windows 11 foi divulgada pela Microsoft em seu site. Os modelos incluem chips lançados a partir de 2017, incluindo membros das linhas Core, Atom e Celeron, das seguintes gerações:

  • Intel De 8ª geração (Coffee Lake)
  • Intel de 9ª geração (Coffee Lake Refresh)
  • Intel de 10ª geração (Comet Lake)
  • Intel de 10ª geração (Ice Lake)
  • Intel de 11ª geração (Rocket Lake)
  • Intel de 11ª geração (Tiger Lake)
  • Intel Xeon Skylake-SP
  • Intel Xeon Cascade Lake-SP
  • Intel Xeon Cooper Lake-SP
  • Intel Xeon Ice Lake-SP

Processadores suportados pelo Windows 11 – AMD

lista completa de chips AMD recomendados para o Windows 11 também já está disponível. Abaixo, você confere as famílias de processadores presentes na relação:

  • AMD Ryzen 2000
  • AMD Ryzen 3000
  • AMD Ryzen 4000
  • AMD Ryzen 5000
  • AMD Ryzen Threadripper 2000
  • AMD Ryzen Threadripper 3000
  • AMD Ryzen Threadripper Pro 3000
  • AMD EPYC de 2ª geração
  • AMD EPYC de 3ª geração

Devo trocar de CPU?

Enquanto a lista de chips suportados pelo Windows 11 não é tão grande quanto gostaríamos, vale ressaltar que a relação de CPUs não faz parte dos requisitos mínimos do sistema operacional. Segundo o site da Microsoft, o uso de processadores de gerações mais recentes é recomendado para garantir que o sistema funcionará com melhor potencial.

Segundo explica o The Verge, os chips que atendem os requisitos mínimos e estão fora da lista conseguirão rodar o sistema operacional, mas devem receber um aviso durante a instalação do SO. A situação também não deixa claro se os processadores vão funcionar com futuras versões do software.

MicrosoftPara o app da Microsoft, nem um PC rodando o Windows 11 vazado é digno de rodar o… Windows 11.

Mesmo com as dúvidas no ar, os donos de CPUs com pelo menos dois núcleos de processamento e 1 GHz de frequência possivelmente não precisam se preocupar ao receber um prognóstico negativo da ferramenta de compatibilidade da Microsoft.

No TecMundo, por exemplo, nós rodamos a build vazada do Windows 11 em um notebook com o Intel Core i7-7700HQ, que possui os requisitos necessários para encarar o SO, mas não está na lista de chips suportados pelo sistema e, devido a isso, é recusado pela ferramenta da Microsoft.

Steve Dispensa, funcionário da Microsoft, disse no Twitter que a empresa está trabalhando em aprimoramentos para o aplicativo PC Health Check, que verifica a compatibilidade do computador com o Windows 11. Com as atualizações, quem sabe a ferramenta seja mais clara e identifique quais são os pontos que tornam cada máquina “incompatível” com o novo sistema operacional.

FONTE: TECMUNDO.

Deixe uma resposta